1. A obra de Cindy Sherman, no geral, aborda a temática da identidade feminina que se revela, pela variedade de possibilidades de transformação da mesma pessoa, uma construção que é em certa medida ficcional. A teatralidade é uma característica marcante nos auto-retratos da artista Americana justamente porque evidencia a imagem de si como uma “postura encenada” assumida por uma pessoa diante de outras, sendo a teatralidade, então, apresentada como “uma condição de comunicação e sobrevivência” da qual o sujeito não pode escapar.

    Em Cindy Sherman o conceito de auto-retrato produzido pelas suas imagens não sugere a concepção de um eu autónomo e unitário, mas indica um eu-sintoma: que se inscreve na superfície como inacabado, angustiado, em séries de representações, semblantes e disfarces diversos.

    Cindy Sherman – The Museum of Modern Art (MoMA), New York

Responder a Fausto Rodrigues Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.