1. Entre os projetos importantes do último ano da sua vida, Richard Avedon (1923-2004) completou um livro com as suas fotografias de mulheres. Sempre transcendendo a categorização – ele era um fotógrafo de moda e conhecido como “poeta do retrato” – A intenção de Avedon tinha a ver como os fatos elementares da vida moderna e de como a existência humana se refletia no seu trabalho. E o que poderia ser mais elementar do que as mulheres, que sempre hipnotizaram artistas ao longo dos séculos?

    Olhando para o seu trabalho dessa forma, Avedon conseguiu criar uma visão incomparável das mulheres do seu tempo, um conturbado meio século de fatos sociais, idéias culturais, estilos populares e alta costura. Como artista, Avedon respondeu profundamente a nuances de expressão, gestos e comportamentos, e as suas fotografias abriram uma janela para a vida interior dos seus modelos. Estes variaram de celebridades (Marilyn Monroe), artistas (Marguerite Duras, June Leaf) e modelos de alta costura (Suzy Parker, Dovima) para pessoas anónimas que simplesmente chamaram a sua atenção. Como o melhor da arte e da literatura, os seus retratos evocam vidas ricas e experiências complexas.

    Da apresentação a: “Woman in the Mirror”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.