En el agua (…) / encuentro / la boca blanda / hacia todas las cosas.
Alicia Genovese

A série “Chorrillos”, da fotógrafa peruana Mariella Agois (1956), foi realizada com uma DIANA, câmara de plástico de brinquedo, em várias zonas balneares do litoral de Lima (Peru), tratando-se de uma aproximação ao mundo popular urbano, do final da década de 1970 e início dos anos de 1980. Agois fez parte da Fotogalería Secuencia (1977-1980), espaço que se considera ter renovado o cânone fotográfico peruano. Desde 1980, a autora dedica-se exclusivamente à pintura e, dizem as más-línguas, quer esquecer o seu passado como fotógrafa. “Chorrillos” é o nome de um dos lugares fotografados na série que leva o mesmo nome, mas é também a palavra espanhola para gotejo. Um comentário mais escorrido e menos gotejante sobre esta série, colocaria por extenso uma série de encontros/colisões que as imagens suscitam, de forma mais ou menos explícita, e que envolve a tríade: rosto, espectro e colonialismo interno – todos elementos que se podem encontrar para lá da branda boca da imagem.

Texto e selecção de fotos, Salomé Lopes Coelho

fb-share-icon

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.